fbpx
CPJUR aprovou 90% de seus alunos no OAB!

As principais questões de quem prestará a OAB antes de terminar a faculdade

As principais questões de quem prestará a OAB antes de terminar a faculdade

​Listamos pontos importantes para serem analisados por quem pensa em fazer a prova da OAB antes de concluir a faculdade

Questões OAB durante a faculdade CPJUR

Questões OAB: prestar o Exame durante a faculdade é uma boa opção?

O estudante de Direito já na reta final de sua graduação enfrenta inúmeros obstáculos. São muitas questões: preocupações com a monografia, os estágios, as incertezas em relação ao mercado de trabalho e, claro, o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A prova, além de dar ao candidato o direito de atuar como advogado, possibilita que o candidato aprovado advogue e preste concursos na área jurídica.

Enquanto alguns preferem terminar a faculdade para dar prioridade à preparação para o exame, outros aproveitam o último ano para tentar garantir o direito à carteirinha. O aluno que estiver matriculado a partir do 9º semestre do curso de Direito já pode prestar a prova da OAB e, caso seja aprovado nas duas fases, terá sua carteira assim que comprovar matrícula nos dois últimos semestres.

Contudo, para advogar, ele deve ter concluído a graduação e ter o diploma. Mas, já poderá exercer qualquer atividade na área como estagiário ou correspondente jurídico.

Em suma, prestar a prova da OAB, mesmo durante a faculdade, é boa opção. Até mesmo para quem não alcançar a aprovação. Se você não conseguir, ganhará experiência para lidar com o exame nas próximas oportunidades. Abaixo, separamos algumas questões importantes.

O que fazer se não posso advogar?

Se o estudante conseguir sair da faculdade já com a sua carteira em mãos, ele terá mais tempo para se dedicar à prática do Direito, iniciando a vivência na carreira e criando novos contatos, ampliando seu networking. Também terá caminho livre para participar de congressos e encontros. Além disso, até mesmo abrir o próprio escritório.

Ser advogado correspondente é uma boa escolha?

O estudante que conseguir a aprovação no Exame da OAB ainda não poderá exercer a função de advogado, por conta de ainda não ter o diploma de conclusão do curso. Porém, já será capaz de realizar atividades na área. O advogado correspondente tem a possibilidade de auxiliar escritórios de advocacia e a área jurídica como um todo.

Exercer essa profissão é uma das melhores maneiras de ter vivência na carreira, pois realizará cópias, protocolos, retirará alvarás, vai emitir guias e realizar consultas, elaborará peças e entre outras funções.

E se eu não conseguir passar?

Boas notícias às vezes não chegam rápido. Por isso, é importante o aluno não desistir. Afinal, estudar nunca é demais.

Se ele estiver no 8º semestre, já pode começar a estudar. Quando entrar no 9º, já começa a prestar a prova. Se ele não obter êxito, ele tenta novamente no 10º semestre. Se não der certo, pelo menos ele já vai estar bem preparado e com uma boa experiência. Quando sair da faculdade ele vai passar, com certeza.

Com o professor de Direito e Processo do Trabalho foi assim. Fábio Rapp prestou a prova ainda enquanto estudante:

“O meu conselho é que preste a prova o mais rápido possível. Assim você já tira isso da frente e inicia o sexto ano como advogado. Se sua meta é prestar concursos, já começa a projetar isso também. Você fica mais livre para galgar novas oportunidades dentro do direito e não ficar preso somente na prova da OAB”, indica Rapp.

Uma opção é fazer a revisão da prova conosco. Em todas vésperas de Exame da Ordem, o CPJUR realiza um evento para te deixar afiado para o teste.

Tenha cautela!

Ter o seu diploma e começar a trabalhar é a vontade de todos. Porém, vale lembrar que é preciso saber dosar tudo isso. De nada adiantará a aprovação na OAB se o aluno estiver com desempenho ruim na faculdade. Professor de Direito e Processo Penal do CPJUR, Levy Magno fala com propriedade do assunto. Hoje promotor de justiça do Ministério Público de São Paulo, um dia esteve na posição de candidato da prova.

“O aluno pode ficar disperso e querendo evitar esforços na faculdade enquanto busca obter a carteira. A conclusão do curso na faculdade pode acabar sendo esquecida. Então tem esses duas questões: a facilidade de tirar a carteira antes da formação e o problema do aluno em se dispersar no quinto ano”, alerta Levy.

 

Questões OAB CPJUR

 

Em suma, as questões que rondam a OAB, conseguir a carteira durante a graduação abre a possibilidade de ter mais tempo para se dedicar às novas vivências na área.
Caso você passe, com a OAB, ainda durante o curso, poderá atuar como advogado correspondente. Uma ótima maneira de ampliar ainda mais a rede de contatos e ganhar boa experiência.

Caso seja reprovado, vale ressaltar que nem tudo está acabado. Pelo contrário. Se você não conseguir passar de primeira, ou até mesmo na segunda tentativa, nada será perdido. Serão duas experiências de provas que o deixarão ainda mais preparado. Mais cedo ou mais tarde a aprovação virá. O importante é não desistir.

Fique atento para não perder o foco na faculdade. Tentar a carteira da OAB antes da conclusão do curso pode ser um problema se o aluno deixar as matérias da faculdade de lado.

Receba nossa Newsletter

Quer receber os nossos melhores textos no seu e-mail? Um conteúdo específico para a sua área de interesse dentro do universo jurídico. Preencha o formulário abaixo e inscreva-se em nossa Newsletter.

Facebook Comments

2018-08-27T17:56:23+00:00