fbpx
CPJUR aprovou 90% de seus alunos no OAB!

Entenda como é a prova da OAB

Entenda como é a prova da OAB

Vai fazer a prova da OAB? Neste texto trouxemos tudo o que você precisa saber sobre o Exame da Ordem

CPJUR como é a prova da OAB

A prova da OAB acontece três vezes ao ano. É o teste máximo para os bacharéis em Direito conquistarem a permissão de exercer a atividade como advogado. São milhões de candidatos por edição. Todos com o mesmo desejo: conseguir a tão cobiçada carteirinha vermelha.

Mas, você que vai prestar a prova da OAB, sabe como ela funciona?

Neste post traremos tudo o que você precisa saber sobre um dos maiores exames de seleção profissional do mundo.

Como é a prova da OAB

O Exame da Ordem é dividido em duas fases, ambas de caráter eliminatório. A primeira fase é a prova objetiva, com 80 questões, todas de múltipla escolha. Para ser aprovado, o candidato deve acertar 50% do conteúdo.

O edital do exame não dispõe expressamente sobre a quantidade de questões de cada matéria. Mas, baseada nas últimas edições, fizemos um levantamento das disciplinas que caem na primeira fase e o número médio de questões que cada uma delas possui. Confira:

  • Ética: 10 questões
  • Direito Civil: 7 questões
  • Direito Constitucional: 7 questões
  • Processo Civil: 6 questões
  • Direito Penal: 6 questões
  • Direito Administrativo: 6 questões
  • Direito do Trabalho: 6 questões
  • Direito Empresarial: 5 questões
  • Processo Penal: 5 questões
  • Processo do Trabalho: 5 questões
  • Direito Tributário: 4 questões
  • Direitos Humanos: 3 questões
  • Direito Internacional: 2 questões
  • Direito Ambiental: 2 questões
  • Filosofia do Direito: 2 questões
  • Estatuto da Criança e do Adolescente: 2 questões
  • Direito do Consumidor: 2 questões

A duração total da prova é de 5 horas. Vale ressaltar que no teste objetivo não é permitido o uso de nenhuma consulta.

Já fizemos um texto listando tudo o que pode e o que não pode ser levado no dia da prova. Se você é um dos candidatos, vale a pena dar uma conferida.

Segunda fase do Exame

Após ser aprovado na fase anterior, o candidato terá, na segunda fase, a prova prático-profissional, que tem um valor de 10 pontos e também uma duração máxima de 5 horas.

Ela é composta de duas partes distintas: uma redação de peça profissional (5 pontos) e quatro questões dissertativas (1,25 cada uma). Para ser aprovado, o candidato precisa de, no mínimo, 6 pontos.

Outro critério que difere as fases é o fato do candidato poder escolher, nesta etapa, a disciplina de sua preferência. A opção é feita no momento da inscrição. Ele terá de escolher entre as seguintes matérias:

  • Direito Administrativo
  • Direito Civil
  • Direito Constitucional
  • Direito Empresarial
  • Direito Penal
  • Direito do Trabalho
  • Direito Tributário

Vale destacar que ao escolher uma dessas matérias, as questões de Direito Processual correspondente também serão incluídas na prova. Se você decidir por Direito Penal, por exemplo, também terá que lidar com conteúdos de Direito Processual Penal.

Na segunda fase, o candidato pode levar o seu Vade Mecum, desde que ele não tenha anotações e comentários. Riscos em marca texto, traços ou remissão a artigos ou leis são permitidos.

A recomendação dos professores é que você escolha a matéria que mais te agrade e que tenha mais afinidade.

Caso você queira dicas pontuais para se preparar para a prova da OAB, inscreva-se em nosso canal no Youtube e tenha acesso a vídeos exclusivos de nossos professores. Inscreva-se.

As questões da OAB podem ser anuladas?

Sim. Caso haja algum equívoco na elaboração da prova objetiva (1ª fase), existem duas possibilidades:

  • No caso de erro de gabarito, haverá apenas a sua retificação. Ou seja, quem acertou a questão recebe o ponto;
  • Já em caso de erro sanável, a questão será anulada e sua pontuação será atribuída a todos os candidatos, até mesmo àqueles que não interpuseram recurso.

Para a segunda fase o critério é o mesmo, exceto em casos de erro de correção. Assim, a pontuação será atribuída somente ao candidato que interpôs o recurso requerendo a revisão.

A importância de se preparar

Um estudo feito pela FGV Projetos, responsável pela aplicação da prova, apontou que 75% dos bacharéis em Direito precisam fazer até três provas para conseguir a aprovação. Além disso, 64% dos aprovados fizeram um curso específico de preparação para a prova da OAB, sendo que a maioria optou pelo modelo online.

Daí a importância de se preparar. Pensando nisso, o CPJUR oferece um modelo moderno de curso preparatório para o Exame da Ordem: o OAB Flex. Rápido e acessível, com o melhor corpo docente. Saiba mais.

Receba nossa Newsletter

Quer receber os nossos melhores textos no seu e-mail? Um conteúdo específico para a sua área de interesse dentro do universo jurídico. Preencha o formulário abaixo e inscreva-se em nossa Newsletter.

Facebook Comments

2018-07-16T09:58:01+00:00
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com